cct.jpg

Há 83 anos, instalava-se efetivamente o Campo de Concentração do Tarrafal, com a chegada de 152 presos políticos que abriram uma nova página na história de Cabo Verde.

Situado na localidade de Chão Bom, o Campo de Concentração do Tarrafal foi construído no ano de 1936, com base no decreto nº 26:539 de 23 de abril. Recebeu os seus primeiros presos a 29 de outubro, do mesmo ano, tendo funcionado até 1956. Em 1962 foi reaberto com o nome de “Campo de Trabalho de Chão Bom”.

Após a sua desativação, o complexo funcionou como centro de instrução militar e desde 2000 alberga o Museu de Resistência.

Gravado na memória dos portugueses, angolanos, guineenses e cabo-verdianos como o "campo da morte lenta" ou “da morte”, o Campo de Concentração do Tarrafal foi classificado Património Cultural Nacional através da Resolução nº 33/2006, de 14 de agosto.

Tendo antes, em 2004, integrado a lista indicativa de Cabo Verde para UNESCO, pelos critérios III e VI.

Hoje, após 83 da sua instalação, a Infraestruturas de Cabo Verde, SA (ICV, SA) /MIOTH lança o concurso público (Nº 55/2019_PRRA_EIV_ST) lança o concurso público para sua reabilitação integral. Isto inserido no Plano Nacional de Reabilitação de Edifícios Históricos e Religiosos, traçado pelo Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, através do IPC.

Os documentos para o concurso podem ser adquiridos através dos emails Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. , nos dias uteis, entre as 8h30 às 16h30 através do DUC, mediante o pagamento dum montante não reembolsável 35.000,00 CVE (trinca e cinco mil escudos).

As propostas devem ser entregues às 10h00 do dia 5 de dezembro de 2019, numa das salas de reuniões da Infraestruturas de Cabo Verde, sito no prédio do MIOTH. Dia em que será realizado o ato público de abertura das propostas, na sala de reuniões do Ministério das Infraestruturas.

O preço proposto não pode exceder o preço base de 35.000.000,00 CVE (trinca e cinco milhões de escudos cabo-verdianos).

O contrato de empreitada deverá ser executado em 8 meses, a contar da data da consignação da obra.
As informações completas do concurso estão disponíveis na ICV, prédio do Ministério das Infra-Estruturas, do Ordenamento do Território e Habitação.

Últimas Notícias