Untitled-2.jpg

IPC recebeu uma visita dos consultores da empresa CODEXCA, no quadro do projecto de valorização turística do património cultural da região Santiago Norte, financiado pela Fundação Canaria para Acção Exterior - Governo das Canarias

Um encontro com vista a criar as bases metodológicas para a implementação do projecto de Valorização Turística e Patrimonial da região de Santiago Norte, financiado em cerca de 15 mil euros.

Este projecto visa essencialmente inventariar os recursos patrimoniais da região em causa e propor um plano para a sua valorização turística, possibilitando um desenvolvimento sustentável e integrados dos territórios, com impactos positivos na vida das comunidades.

Recorda-se que Cabo Verde tem em curso o inventário exaustivo nacional do património imóvel com vista à sua sistematização e disponibilização para o grande público.

Nesta senda, o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas, através do IPC - Instituto do Património Cultural, adquiriu um sistema para o efeito, que permitirá a partir do primeiro trimestre de 2020 uma melhor gestão e promoção do legado imóvel nacional.

Este sistema, assim como o plano estratégico de turismo cultural, em elaboração, foi apresentado pelo Presidente do IPC, Hamilton Jair Fernandes, à equipa das Canárias, que parabenizou o país e Instituto pelo excelente trabalho em curso.

A vinda da equipa acontece no quadro do convénio assinado entre o Ministério Regional da Economia, Industria, Comércio e Conhecimento do Governo das Canarias e o Ministério de Economia, Industria, Comércio e Competitividade do Governo de Espanha, para a prestação de assistências técnicas no sectores de ordenação do território, turismo, engenharia, energias renováveis, saúde, formação, sector primário, marino-marítimo, transporte, logística, assim como qualquer outro sector de interesse para Cabo Verde.

No caso do IPC, em concreto, a assistência técnica versaria sobre a elaboração de estudos de viabilidade e exequibilidade, de projetos, preparação de planos-quadro de desenvolvimento sectorial ou geográfico.

De frisar que esta assistência técnica vai ao encontro das políticas do Governo de Cabo Verde, e com o programa IX Legislatura (2016-2021) e a Resolução 1/2019, sobre as Grandes Opções do Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável do Turismo entre 2018 e 2030, esta política de assistência técnica.

Além disso, a assistência mencionada refere-se ao GOPEDS-Turismo, na qual um dos objetivos é fomentar o turismo cultural para valorizar a história do povo cabo-verdiano e os locais históricos de forma a diversificar as ofertas turísticas.

Ao final do encontro, o Presidente do IPC, que esteve acompanhado do coordenador do plano estratégico do turismo cultural Humberto Lima, demostrou total aberta e satisfação do Instituto pela colaboração da CODEXCA no processo de levantamento exaustivo do património cultural imaterial nacional.

Últimas Notícias